O papel do Coaching no desenvolvimento emocional

O papel do Coaching no desenvolvimento emocional

Como seres humanos que somos, as emoções fazem parte do nosso dia a dia porque elas são respostas biológicas que acontecem em nosso corpo e depois vão para o cérebro, onde pensamentos, sentimentos e comportamentos frente a diferentes situações são criados.

Ter consciência do que acontece dentro de nós faz parte do nosso processo de autoconhecimento e isso nos dá a oportunidade de entender e de encontrar estratégias que sejam efetivas para lidarmos com tudo isso.

Alimentos para uma vida harmoniosa

Eu acredito que, além de estarmos atentos às emoções, precisamos cuidar e colocar a nossa “engrenagem da vida” em movimento, ou seja, se todos os dias a gente puder alimentar a nossa mente, o nosso emocional, o nosso físico e o nosso espiritual, certamente colheremos uma ótima sensação de prazer e de bem-estar, porque quando tivermos o domínio dessas quatro áreas, elas trabalharão juntas para nos ajudar a administrar e viver a vida de uma maneira mais harmoniosa e equilibrada.

Talvez você se pergunte: como alimentar cada uma dessas áreas. E a resposta é bem simples.

Para a mente, procure todos os dias aprender algo novo, leia, estude, tenha pensamentos positivos.

para o emocional, faça atividades que te deem prazer, esteja com familiares e amigos, ouça música, cozinhe algo que goste, pinte, dance.

Para o físico, cuide das suas horas de sono, faça atividade física, alimente-se de maneira saudável.

Por fim, para o espiritual, pratique yoga, medite, faça suas orações, contemple a natureza, porque certamente você colherá uma ótima sensação de equilíbrio que te manterá produtivo e saudável para enfrentar os desafios e usufruir das boas coisas da vida.

Coaching no desenvolvimento emocional

Porém, é fato que às vezes, mesmo fazendo tudo isso, a gente percebe que tem uma meta a ser conquistada e que sozinhos talvez demoremos muito tempo para chegar aonde queremos, ou talvez não consigamos evoluir e avançar como pretendíamos. Como resultado, percebemos que precisamos do suporte de um profissional experiente para nos apoiar e nos guiar em um processo de descobertas e de realização.

O Coaching é uma das metodologias que pode apoiar você a sair do “Ponto A” e chegar no “Ponto B”, porque ele é um processo estruturado, com ferramentas cientificamente validadas que ajudam as pessoas em seus processos de descobertas dos seus potenciais, das suas habilidades e das suas atitudes que precisam ser lapidadas ou adquiridas, ampliando a autoconsciência, a reflexão nos seus pontos fortes, e ajuda a desenvolver seus comportamentos, potencialidades, possibilidades e recursos necessários para se construir o futuro que se deseja.

Em um processo como esse, a pessoa passa a ter clareza de como percorrer essa jornada e, com isso, passa a adquirir força e coragem para enfrentar e superar os desafios internos que muitas vezes a impede de seguir em frente.

O Coach

É importante saber que o processo de Coaching deve ser conduzido por um profissional especializado, com formação e certificação específica. Ele deve ser uma pessoa comprometida com o seu desenvolvimento pessoal e profissional e por isso dever estar sempre estudando e se atualizando para oferecer o melhor suporte para o seu cliente. Esse profissional é chamado de Coach.

Existem outros tipos de processos que contribuem com o autoconhecimento e desenvolvimento humano, como a Terapia, a Mentoria e o Treinamento, porém, cada um tem uma metodologia própria que também exige um grau de conhecimento e especialização diferenciado.

Vamos entender as diferenças:

No processo de Coaching utilizamos perguntas e diferentes técnicas para ajudar a provocar reflexões no cliente com base em seus conhecimentos e suas experiências, sempre com foco no futuro desejado. A relação entre o profissional e o cliente é de parceria, na qual o cliente é especialista na sua vida e o Coach é especialista na metodologia/processo.

Na Mentoria, apesar de também possuir foco no futuro desejado, ela tem por princípio ajudar o cliente a solucionar um problema, um tema ou uma questão com base no conhecimento e experiência do Mentor, e a relação é de ascendência, já que o Mentor é o especialista naquela situação, tema ou problema trazido pelo cliente.

Já a Terapia tem o objetivo de descobrir as causas de problemas, que frequentemente estão relacionados ao passado e que estão impedindo o cliente de seguir adiante. Normalmente o terapeuta é procurado quando o cliente está em uma fase em que precisa resolver uma dor ou uma perda.

E o Treinamento tem o objetivo de ensinar algo, logo os temas são pré-estabelecidos e há uma agenda própria com foco no conteúdo a ser transmitido, diferente de um processo de Coaching, no qual o foco está na pessoa do cliente e os temas são flexíveis e tem o objetivo de atingir a meta desejada.

Será que Coaching é pra você?

Sendo assim, se você tem uma meta a ser alcançada, como por exemplo, ter uma comunicação mais clara e assertiva em um prazo determinado e está disposto a assumir o controle dessa mudança, estando aberto a abrir mão dos comportamentos que te impedem ou limitam o seu sucesso em atingir esse objetivo, e ainda, se você está pronto para testar novos conceitos e viver novas experiências, você sim, está pronto para iniciar uma jornada de Coaching.

Por fim, tenha sempre claro para você que, quando cuidamos do nosso autoconhecimento, das nossas emoções, colocamos a nossa engrenagem da vida em movimento e contamos com o apoio de pessoas e profissionais especializados, percebemos que somos um ser único e completo e que todas as áreas da nossa vida estão interligadas e são muito importantes.

Assim, também podemos perceber que somos seres sociais, que não fazemos nada sozinhos, e que o apoio, bem como o suporte de outras pessoas em nossa vida, faz com que ela ganhe um significado maior e um sentido muito especial.

Pense nisso!

Desejo um grande sucesso na sua jornada da vida!

Grande abraço, Marcia Sales Longaretti

********************************************************************

Marcia é profissional de desenvolvimento humano com mais de 28 anos de experiência, tendo atuado nos mercados farmacêutico, de tecnologia da informação, metalúrgico e consultoria. Atuou como executiva de RH, Vendas e Marketing, e nos últimos 8 anos vem desenvolvendo projetos nas áreas de Coaching, Assessment, Mentoria e Desenvolvimento de liderança. É psicóloga de formação, com MBA em Administração Estratégica pela FIA/USP, com curso em liderança com foco em Inteligência Emocional pela Case Western Reserve, pós-graduanda em Liderança e Gestão Estratégica de Pessoas pela FIA/USP, com cursos e especialização em processos de Coaching pela Erickson Coaching International (Vancouver/Canadá) e NLI – Neuroleadership Institute Brasil.

Fale com a Marcia: (11) 98088-0008 | Conheça a Wisdomway: www.wisdomway.com.br

>>> Gostou da abordagem e quer ler mais sobre Vida em Harmonia? Sugerimos o artigo https://www.friendsbee.com/beeblog/qualidade-de-vida-ou-vida-qualificada/

Imagem de Gordon Johnson ✨

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter


outros artigos recentes

QUANDO AS EMOÇOES TOMAM CONTA DE NOSSO SER

Quando as emoções tomam conta do nosso ser

Nossas emoções podem ser a luz, que ilumina e dá sabor à vida. Podem nos trazer a alegria de viver, nos impulsionar para nosso futuro desejado.
Mas podem ser também, sombras, que inundam nosso coração de medos, nos levam para o mundo da depressão e da ansiedade.

Ler mais »
Quantas vidas você tem?

Quantas vidas você tem?

Você ainda usa os termos Vida Pessoal e Vida Profissional? A completude de uma vida única é o caminho para encontrarmos e vivermos nosso Propósito com coerência, na estrada da felicidade.

Ler mais »

friendsBee, polinizando o bem.

friendsBee, polinizando o bem.