Quantas vidas você tem?

Quantas vidas você tem?

Te convido a fazer comigo esta reflexão: Quantas vidas você tem? Estranhou a pergunta?
As palavras têm força. Elas representam energia e intenção. Se você tem mais de 30 anos deve ter notado que várias cantigas infantis mudaram suas letras… justamente porque as palavras têm força. E não se trata de ser politicamente correto, mas de se expressar com a intenção correta, ou seja, dizer o que você quer dizer.

 E aí, lembrou de alguma música?
Que tal o “atirei o pau no gato, mas o gato não morreu”. Cruzes, que horror! Você repreenderia seu filho se o visse maltratando os animais, mas crescemos cantando isso.
As palavras têm força!


E o bolo nêga maluca?
Por mais folclórico que sejam e não retratem um preconceito ou psicopatia de quem canta ou pede a sobremesa, as expressões normalizam as ações.

Vamos agora para o mundo corporativo.
Você usa a expressão “vida pessoal e vida profissional?”
Huuum… pensando?

Então, quantas vidas você tem?

Comecei a trabalhar nos anos 90 em RH, que, a propósito, tinha acabado de ganhar este moderno nome. Uma transição do DP ou Departamento Pessoal. Eu trabalhava numa indústria onde batalhei para implantar o conceito de treinamento para aumento de produtividade, uma revolucionária ideia de que as pessoas deveriam entender a razão das regras para segui-las. Bem, consegui!  Montei a área de RH. Durante anos coexistimos na empresa, DP e RH. Contando isso hoje soa estranho, não?

Bem, nesta mesma época o conceito de gestão moderna trazia expressões como “vestir a camisa” e, a adaptação que mostrava ainda mais comprometimento, “suar a camisa”.
Uma outra expressão que surgiu naquela época e eu orgulhosamente defendia era: “entrou na empresa, sua vida pessoal fica do lado de fora”. Olha, ainda bem que prefiro ser uma metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo… salve Raul.

As expressões acima, que forjaram as crenças da geração X, induzem a colocar o trabalho em 1o lugar, tanto acima da família, como da saúde, do lazer. Verdade! Férias? Quantas vezes o “vender os dias” demonstrava comprometimento? E sobre o horário de trabalho? Ser o 1o a chegar e o último a sair. Se você virasse a noite então era a estrela, a referência.
E assim, fomos reforçando o conceito de vida pessoal e vida profissional.

Mas, volto a perguntar: Quantas vidas você tem?

Bem, eu só tenho uma.

Vida Integral

Uma vida única, requer coerência. Não é possível, por exemplo, se dizer uma pessoa ética e continuar trabalhando para uma empresa corrupta. Ou ser vegano e trabalhar no comércio de animais. Assim como não é possível trabalhar em uma empresa que defenda a diversidade e inclusão, mas em uma discussão, a pessoa usar argumentos preconceituosos.

Recentemente assistimos à três casos onde as empresas tomaram a decisão de demitir em função de comportamento fora do ambiente corporativo, mas que feriam os Valores corporativos.

O primeiro foi o de uma executiva que mantinha uma idosa em sua residência em situação análoga à escravidão. O segundo caso foi em julho 2020 onde a profissional ofendeu com a intenção de humilhar um fiscal da Prefeitura do Rio de Janeiro que fazia seu trabalho com muita educação, orientando sobre a não aglomeração nos bares cariocas. E o terceiro, em abril deste ano, quando a empresa demite um funcionário por comentários racistas no blog de um ex integrante do BBB21.

Coerência! 

Ficou claro não é mesmo?  A vida é única, integral, indivisível.

Uma vez que temos uma única vida, onde todos os nossos papeis sociais devem coexistir em harmonia em benefício da nossa saúde integral, que tal pararmos de dividir a Vida?

*******************************************************

Andréa é idealizadora da friendsBee, startup criada com o Propósito de “Construir um mundo mais feliz” e, para tal, atua com Saúde Emocional como forma de prevenção à doenças físicas e transtornos mentais.

> Casos citados:

https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2020/06/26/avon-afasta-executiva-que-mantinha-idosa-em-situacao-analoga-a-escravidao.htm

https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2020/07/06/empresa-demite-funcionaria.htm

https://extra.globo.com/economia/empresa-de-alimentos-demite-funcionario-por-comentario-racista-em-rede-social-contra-joao-do-bbb-21-rv1-1-24960861.html

>> Outros artigos da autora:

Onde nasce a sua saúde mental?

Falar da dor é o primeiro passo para a cura

>>> Imagem: Chris Lawton ✨

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter


outros artigos recentes

friendsBee, polinizando o bem.

friendsBee, polinizando o bem.